Sinesio Pontes Blog

Início » 2011 » janeiro

Arquivo mensal: janeiro 2011

A fila andou.

Como já estamos em clima de carnaval, resolvi postar um vídeo com uma música interpretada por um dos ícones da música baiana, Chiclete com Banana.

Tudo isso para homenagear nosso querido Zé Serra.

Segundo o Presidente do PSDB Mineiro, “A Fila andou para Serra”

Leia Também Nova crise no PSDB.

Extraído do R7
publicado em 28/01/2011 às 08h49:

Tucano mineiro diz que “fila andou” para Serra

Narcio Rodrigues defende fim ao continuísmo na cúpula do PSDB

 

Um dos principais aliados do senador eleito Aécio Neves, o secretário de Ciência e Tecnologia de Minas Gerais e presidente do PSDB estadual, Narcio Rodrigues, parafraseou o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) para jogar ainda mais combustível na fogueira em que se transformou a disputa pelo comando nacional do PSDB.

Nesta quinta-feira (27), durante visita à Unimontes (Universidade Estadual de Montes Claros), Narcio provocou o ex-governador de São Paulo José Serra ao dizer que a “fila andou”.

O tucano paulista tenta manter seu poder no PSDB ao reivindicar o lugar do senador Sérgio Guerra (PE) na presidência do partido.

Ao lado de interlocutores do atual governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, aliados de Aécio Neves costuram uma operação para fechar as portas do comando do PSDB para Serra. Derrotado na corrida presidencial, o tucano paulista manifesta interesse pela direção da sigla para se manter em evidência.

Alckmistas e aecistas teriam liderado abaixo-assinado pela recondução de Sérgio Guerra à presidência do partido, na eleição marcada para maio. Admitindo não ter consultado Serra sobre o assunto, Sérgio Guerra nega ter participado da elaboração do documento idealizado por senadores do PSDB. (mais…)

Usina de Belo Monte. Vale a reflexão.

Foi muito comemorada pelo governo a Licença prévia dada pelo IBAMA para ínicio das obras da Usina Belo Monte.

Mas você sabe algo desse projeto?

Como brasileiro, todos deveriam estar cientes dos benefícios e impactos desta gigante obra.

Desenvolvimento de uma lado. Comunidades Indígenas e população ribeirinha de outro.

No final quem ganhará algo?

Assistam aos dois vídeos, tirem suas conclusões, se interesse. Afinal é nosso futuro em jogo.

 

 

Nova crise no PSDB.

Chama o IBAMA. Vejo vários tucanos em pé-de-guerra, ou seja, no pé de Sérgio Guerra, hahaha.

Tudo começou com um abaixo-assinado feito para a permanência de Sérgio Guerra -PE na presidência do partido.

Serra não gostou e rebateu. Na verdade o PSDB paulista, que se acha dono do mundo, quer de novo a presidência do tucanato, agora nas mãos de Serra.

Diante este imbróglio e muito disse me disse, a verdade é que eles já estão pensando em 2014 e os sonhos do mineirinho Aécio. Com Guerra agora como deputado, a bancada tucana da Câmara almeja mais visibilidade ante Tasso Jessereisati e Artur Vigílio ambos sem mandato, porém apoiados pelos senadores tucanos.

O último a sair apague a luz.

Repórter do PiG sente na pele truculência da PM Paulista.

Um simples protesto de estudantes sempre acaba com feridos em São Paulo, isso porque não existe dialógo.

Protesto e violência sempre andam juntas nas ruas da maior cidade brasileira. Seja pacífico, de estudantes, de professores ou até mesmo policiais. ( Em nenhum lugar do mundo assisti policia batendo em polícia, só em São Paulo).

Sai da frente, ou sobra pra todo mundo.

Dessa vez um integrante do mesmo movimento que apóia esses desmandos, o PiG, sofreu na pele as agruras da polícia militar paulista. Um repórter da Folha leva uma bala de borracha na testa, que com certeza não era pra ele, durante protestos de estudantes contra o aumento do preço das passagens.

Quero ver agora ?

Amigos navegantes, isso não passa no Polícia 24H.

Repórter do Folhateen fala sobre a experiência de cobrir um protesto de estudantes

IURI DE CASTRO TÔRRES
DE SÃO PAULO

Não é legal levar um tiro de borracha na testa. Dói. Na verdade, dói muito.

Filmava um protesto para uma reportagem especial do caderno Folhateen, quando percebi um princípio de confusão com a polícia: alguém estava sendo preso.

Policiais empunhando espingardas carregadas com balas de borracha tentavam afastar os manifestantes, que apontavam dedos e pediam a libertação do colega. Confusão armada.

Disparando tiros a torto e a direito, conseguiram, em parte, dispersar as pessoas, que, com raiva, começaram a quebrar tudo ao redor.

A solução? Bombas de efeito moral. Essas, sim, são assustadoras. Todos correram, enquanto os disparos continuavam.

Quando me virei para tentar captar a cena, “paft”, levei uma bala na testa. Como repórter não é herói, corri e me abriguei em uma galeria.

A adrenalina baixou, o galo na testa cresceu, respirei fundo e fui fazer o meu trabalho: perguntar a um policial (será que ele que atirou em mim?) informações oficiais sobre o ocorrido.


Arena Pernambuco pronta para sair do papel.

A Cidade da Copa vai bem. E e a cidade hein?????

O BNDES já aprovou o projeto para liberação de R$ 400 milhões para construção da Arena Pernambuco e Cidade da Copa. Estes dois para serem utilizados para Copa do Mundo 2014.

É preciso muita seriedade, pois trata-se de um bem público e a Copa só vai durar 30 dias. Pernambuco com muita sorte sediará 03 ou 04 partidas no Mundial de 2014.

Muita importante uma fiscalização rígida, para não repetir erros da Àfrica do Sul no ano passado, quando se construiram vários elefantes-brancos.

Amigos navegantes, como dizia Nelson Rodrigues. ” O futebol é o ópio do povo.” Não podemos nos embriagar.

 

Extraído do PE360graus.

Quinta – 27/01/11 17h32, atualizado em 27/01/11 17h34

BNDES libera R$ 400 milhões para Arena da Copa

Financiamento será destinado para construção do estádio que vai abrigar os jogos da Copa do Mundo de 2014

Da Redação do pe360graus.com

O BNDES aprovou, nesta quinta-feira (27), um financiamento de R$ 400 milhões para a construção da Arena Pernambuco, estádio que vai receber jogos da Copa do Mundo de 2014. Além do estádio com capacidade para 46 mil torcedores, o projeto do Governo do Estado prevê ainda a construção da Cidade da Copa, que vai abrigar apartamentos, um hospital e imóveis destinados para comércio e serviços em São Lourenço da Mata, na Região Metropolitana do Recife.

Os recursos correspondem a 75% do investimento total, conforme limite estabelecido pelo programa BNDES ProCopa Arenas. O prazo de construção está estimado em 30 meses. A licitação para realizar a obra foi vencida pelo consórcio Cidade da Copa, formado por empresas da Odebrecht S/A. (mais…)

Má notícia.

Nada como um dia após o outro. Depois de uma Boa notícia dada ontem sobre a correção da tabela do IR, veio a rebordosa. O Ministro Mantega descartou hoje essa correção.

Essa medida corrigiria distorções entre ganhos acumulados. Sem a correção os aumentos salariais são engolidos pelo Leão. Que pena.

Amigos navegantes, aguardemos o que o futuro nos reserva.

 

 

Extraído da Folha

27/01/2011 – 13h16

Mantega nega que reajuste na tabela do IR esteja sob estudo

 

MÁRIO SÉRGIO LIMA
DE BRASÍLIA

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, que retornou nesta quinta-feira (27) de férias, afirmou ao chegar ao ministério que a correção da tabela do Imposto de Renda não está em estudo. Ontem, o governo admitiu que esse ponto poderia ser negociado com as centrais sindicais.

Questionado a respeito da possibilidade de correção da tabela, Mantega foi lacônico. “Não está sendo estudado isso”, afirmou antes de entrar no prédio.

Governo admite corrigir IR, mas reafirma R$ 545 para piso salarial
Centrais se reúnem com governo para negociar mínimo de R$ 580

Na tarde de ontem, o governo se reuniu com lideranças das centrais sindicais para discutir tanto a questão da correção da tabela do IR ano-calendário de 2011 quanto o salário mínimo.

Gilberto Carvalho (Secretaria Geral) afirmou que a correção da tabela é o ponto mais passível de negociação com as centrais.

Os sindicalistas pedem que a tabela seja corrigida em 6,46%, referente à inflação acumulada em 2010 medida pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor). Contudo, segundo Carvalho, a tendência do governo é trabalhar com uma correção de 4,5%, referente ao centro da meta da inflação estipulada pelo governo.

A correção da tabela do IR anualmente vinha sendo adotada pelo governo desde 2007, após acordos com as centrais sindicais. Em todos os anos, a tabela foi corrigida em 4,5% em relação ao período anterior. O acordo terminou no ano passado.

A Folha informou que, sem a correção em 2011, a defasagem acumulada da tabela do IR pode chegar a 71,5%.

Boa Notícia

Os avanços conseguidos nos últimos anos são resultados de uma política séria de crescimento e distribuição de renda. Isso não é mais novidade.

A fórmula de reajuste do salário mínimo, criado no governo Lula deu um toque social ao que antes só interessava números.

Hoje todas as classes estão envolvidas. E todas de alguma forma ganham.

Esse atual governo já admite efetuar uma correção na tabela do IR para pessoa física. Isso representa uma oportunidade de corrigir distorções e aplicação de ganho real nos rendimentos.

Amigos navegantes, passou-se o tempo em que só banqueiros ganhavam no Brasil.

Vale a pena conferir.

 

Extraído do Estadão.

Governo admite corrigir tabela do Imposto de Renda

Presidente Dilma Rousseff pediu ao ministro da Fazenda, Guido Mantega, simulações sobre o impacto fiscal da correção

25 de janeiro de 2011 | 0h 00
Lu Aiko Otta – O Estado de S.Paulo

O governo vai acenar com a possibilidade de corrigir a tabela de recolhimentos do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) ainda em 2011, na reunião com as centrais sindicais marcada para amanhã.

A presidente Dilma Rousseff encomendou ao ministro da Fazenda, Guido Mantega, simulações sobre o custo dessa medida. Pediu também para calcular o impacto nas contas públicas de um novo aumento no salário mínimo, apesar de haver sacramentado, na reunião ministerial há duas semanas, que o valor ficaria mesmo em R$ 545.

Dilma quer ouvir as centrais para então formular uma proposta, segundo informou o secretário-geral da Presidência, Gilberto Carvalho, por intermédio de sua assessoria. Ele será o interlocutor dos sindicalistas.

A tabela do IR não foi corrigida de 2010 para 2011 e as centrais defendem um reajuste de 6,46% nos valores. Essa reivindicação será apresentada com a elevação do mínimo para R$ 580 e o reajuste das aposentadorias acima do mínimo em 10%.

“É um absurdo não corrigir a tabela porque a maioria das categorias teve aumento real que vai ser comido pela Receita Federal”, disse o presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Artur Henrique da Silva Santos. “Para mim, isso é apropriação indébita.” (mais…)

%d blogueiros gostam disto: