Sinesio Pontes Blog

Início » Posts etiquetados como 'Obama no Brasil'

Arquivo da tag: Obama no Brasil

Brasil mostra tua cara.

 

"Quero ver quem paga, pra gente ficar assim."

Essa visita de Barack Obama ao Brasil me fez chegar a seguinte conclusão: Obama é mais popular aqui do que nos EUA.

Salvo um pequeno grupo que protestou, ainda bem, eu diria sem medo de errar que essa foi a visita mais calorosa do atual Presidente Americano e olhe que as eleições americanas nem começaram. Foi vergonhoso ver o PiG se rastejando atrás de Obama. Plantão na porta do hotel com direito a fãs gritando, não era um PopStar. Enquanto os tupiniquins freneticamente gritavam buscando chamar sua atenção, Obama, a maior fraude midiática dos últimos tempos, disparava mísseis tomahawk encima dos Líbios atrás de petróleo.

Amigos navegantes não se iludam ele também estava aqui atrás do Pré-sal. A Líbia de hoje pode ser o Brasil de amanhã.

 

Aguardando para ver a "fraude".

 

Foi duro ver os puxa sacos de plantão se rastejando para assistir o discurso de Obama no Theatro Municipal do Rio. Minha nossa!!! E os pobres da favela da Cidade de Deus o idolatrando?

 

Quem apoiou a ditadura no Brasil? No Chile eles não esqueceram.

Em Santiago Obama não teve essa boquinha, ninguém esqueceu que os EUA apoiaram a derrubada do Presidente eleito Salvador Allende e também as agruras de Pinochet. Os americanos tem essa divida com os chilenos e eles não perdoaram, diferente do Brasil.

O brasileiro esqueceu sua identidade, perdeu seu espirito de luta, sua ideologia. Cadê os cara pintadas? Os FORA FMI? Os Diretas-Já? Isso já era, já foi.

Amigos navegantes é inadmissível que assistamos inertes a essa pirataria do século XXI.

 

Leia também:

Obama: Apreço ou apoio?

 

Anúncios

Obama: Apreço ou apoio?

Apreço – s.m. Estima, admiração; Ato de avaliar, de dar preço, de apreçar.
Apoiar – v.t. Sustentar por meio de um apoio; Fig. Fundar, confiar; Patrocinar, proteger, favorecer, Aprovar, aplaudir
Abster – v.t. Privar do exercício de uma função ou direito; V.pr. Privar-se de: abster-se de bebida. Conter-se, refrear-se, deixar de intervir ou de participar:

Discursos diferentes para o mesmo assunto.

É importante que se explique o significado dessas três importantes palavras que marcaram a visita de Obama ao Brasil.

Não é novidade que o Brasil esperava um apoio categórico dos EUA ao pleito do Brasil em ocupar um assento permanente no Conselho de Segurança da ONU. Vale lembrar que o mesmo Obama declarou apoio ao mesmo desejo da Índia em novembro passado (clique aqui). E conosco o presidente americano saiu pela tangente e apenas demonstrou “apreço” à aspiração brasileira (clique aqui).

Mas por quê?

Tudo tem explicação. No dia 17/03 o Brasil se absteve na aprovação da Resolução 1973 do Conselho de Segurança da ONU que autorizou o uso da força contra a Líbia (clique e leia) , isso as vésperas da visita de Obama a nosso país. E claro a retaliação foi “light” em vez de apoiar, ele demonstrou apreço. Não foi o que o Brasil esperava, mas também não foi um desastre.

Se abstiveram também China, Rússia, Índia e Alemanha, ou seja, o BRICs não apoiam essa famigerada intervenção militar na Líbia por entender que se trata de assunto interno, essa é a verdade. E um Conselho de Segurança com mais representantes permanentes promoveria um maior equílibrio de forças nesse novo cenário mundial. Com tudo isso, uma reforma na ONU é urgente e o Brasil não pode ficar de fora.

“Obama quis congraçar-se com o gigante sul-americano elogiando sua economia, mas não se comprometeu no mínimo em apoiar o Brasil como membro permanente do Conselho de Segurança da ONU” Fidel Castro

No final não mudou coisa.

%d blogueiros gostam disto: