Sinesio Pontes Blog

Início » Posts etiquetados como 'União Homossexual'

Arquivo da tag: União Homossexual

Em nome de Deus.

"Temo a Deus e não aos homens."

O juiz Jeronymo Villas Boas que anulou uma União estável  homossexual em Goiânia declarou estar agindo por Deus em uma manifestação a seu favor na frente da Câmara de Deputados.

Entendendo o caso: Esse juiz anulou uma união homoafetiva na última sexta-feira sob alegação que “o casal” não havia preenchido os requisitos necessários. Com isso a Corregedoria anulou a decisão do juiz e validou a união.

Jeronymo afirma que respeita a Constituição como está escrita e repudia a decisão do STF que aprovou a União Homoafetiva.

Enquanto isso, o Rio vai registrar 40 uniões homoafetivas nesta quarta-feira.

Amigos navegantes pelo jeito esse assunto não está decidido e muita água vai rolar ainda.

Leia também:

Juiz que cancelou união gay diz que agiu por Deus Folha

Justiça de GO anula decisão de juiz que cancelava união gay – Folha

Suprema Corte reconhece união estável gay. | Sinesio Pontes Blog

Anúncios

Suprema Corte reconhece união estável gay.

Um gol de placa do STF, 10 a 0.

Quando os legisladores se omitem, o Judiciário precisa atuar. Não pode-se menosprezar qualquer minoria da população. Aos olhos da Constituição TODOS precisam ter os mesmos direitos.

A questão ainda é polêmica, o Congresso Nacional nunca legislou sobre esse assunto, pressões da Igreja e de Entidades de Ultra-Direita nunca permitiram que essa matéria passasse na Câmara ou no Senado.

Há 16 anos um Projeto de Lei de autoria da então deputada Marta Suplicy, não foi aprovado. Hoje a mesma Marta, agora senadora, pretende desarquivar esse Projeto de Lei aproveitando a decisão do poder máximo do Judiciário.

Mas quem ganha com o reconhecimento da União homossexual?  Todos os homossexuais que vivem em união estável e que agora passam a usufruir da proteção do Estado quanto a pensão por morte, reconhecimento de herança, como também o aval para se tornarem dependentes de planos de saúde ou previdência.

E quem perde com o reconhecimento da União homossexual?  Ninguém.

É preciso separar a questão religiosa da questão legal. A Lei tem que valer para todos. Ninguém é melhor do que ninguém somente pela orientação religiosa, política ou sexual. Muita calma nessa hora.

Todos devem ser incluídos numa Sociedade Democrática de Direito.

%d blogueiros gostam disto: