Sinesio Pontes Blog

Início » Posts etiquetados como 'Wikileaks'

Arquivo da tag: Wikileaks

Yankes já sabiam do golpe desde 2009.

Segundo o extinto Wikileaks o Golpe paraguaio já estava planejado há muito tempo. O final já sabemos.

Extraído do Brasil247:

Em 2009, EUA já previam golpe no Paraguai                       

Foto: Edição/247

Documento da embaixada dos EUA em Assunção, vazado pelo Wikileaks, tratava de um possível golpe parlamentar contra Fernando Lugo; até agora, o governo de Obama não se pronunciou sobre a mudança de governo no país vizinho

24 de Junho de 2012 às 18:28

Pra não deixar de falar em Obama

Hélio Doyle

247 – O documento é de 23 de março de 2009 e foi vazado pelo Wikileaks. Produzido pela embaixada dos Estados Unidos em Assunção, o memorando previa que Fernando Lugo seria derrubado por meio de um golpe parlamentar – exatamente como aconteceu na última sexta-feira, quando o presidente eleito do Paraguai foi substituído por seu vice Federico Franco.

Enquadrado como “confidencial” por Michael J. Fitzpatrick, o texto diz o seguinte:

“Rumores indicam que o general Lino Oviedo e o ex-presidente Nicanor Duarte estão trabalhando juntos para assumir o poder por meio de instrumentos (predominantemente) legais que deverão afetar o presidente Lugo nos próximos meses. O objetivo: capitalizar sobre qualquer tropeço de Lugo para iniciar o processo político no Congresso, impedir Lugo e assegurar sua supremacia política (…) A revolta relacionada a um programa de subsídios para agricultores por meio de ONGs foi considerada um pretexto para o impeachment antes que Lugo abandonasse o programa. Para um presidente que enfrenta muitos desafios – disputas políticas internas, corrupção e a percepção de que seu estilo de liderança é ineficiente – Lugo deve se preocupar para não cometer um erro, que seria seu último.”

Até agora, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, não se manifestou sobre o golpe de Estado no Paraguai. Na Rio+20, o jornalista Fernando Rodrigues, da Folha de S. Paulo, foi cercado por seguranças quando tentou saber da secretária de Estado Hillary Clinton qual é a posição dos Estados Unidos a respeito da crise.

Correa acolhe Assange !!!

Anúncios

Wikileaks não dão bola pro PiG.

 

Te cuida PIG, o próximo será você.

O Wikileaks também está disposto a desmascarar nosso PiG.

Depois de derrubar a última torre gêmea americana sem matar ninguém, o Wikileaks prova que não tem medo de forças retrógradas, imperialistas e golpistas. O site firmou parceria com blogs brasileiros para divulgação de informações.

Na lista dos blogs, ausência mortal do PiG. Óóóóóó

Amigos navegantes uma nova mídia nasce.

Leia também:
Wikileaks tupiniquim. Satiagraha despida.
WikiLeaks: Para EUA, Dilma é a ” Joana D’arc da subversão”.
Jobim, o Traíra 2.
Jobim, o Traíra.

 

Do Comunique-se

WikiLeaks firma parceria com blogs brasileiros para divulgar documentos 

Da Redação

O WikiLeaks anunciou uma parceria com blogs brasileiros para divulgar documentos das embaixadas americanas e consulados. A partir de agora, os internautas que escolherão os temas que devem ser pesquisados e publicados no WikiLeaks.

Os interessados podem pedir um tema, figura pública ou evento a ser pesquisado. Os pedidos devem ser feitos ao blog da jornalista Natália Viana, colaboradora do WikiLeaks no Brasil. “Todos os pedidos serão publicados, e os temas mais pedidos terão prioridade”, diz ela.

Para a divulgação, o WikiLeaks contará com alguns outros blogs, entre eles: Carta Capital, Luis Nassif Online, Blog do Mello, Escrevinhador, Viomundo, Nota de Rodapé, Maria Frô, Fazendo Média, Futepoca, Elaine Tavares, Gonzum, Blog do Rovai, Blog da Cidadania, Altamiro Borges e Doutor Sujeira.

Wikileaks tupiniquim. Satiagraha despida.

E agora Gilmar?

A Operação Satiagraha vazou geral.

A versão brasileira do polêmico Wikileaks,  Wikileaks Brasil divulgou o inquérito da Operação Satiagraha.

Tá mais do que na hora se saber a verdade.

Amigos navegantes, isso não sai no PiG.

Acesse a página do Wikileaks Brasil.
Leia também:
WikiLeaks vaza Satiagraha e mostra advogado de Dantas com a boca na botija de Paulo Henrique Amorim

 

Extraído do Cartacapital Wikileaks.

Vazamento: Operação Satiagraha


O site Wikileaks Brasil, organizado por um grupo anônimo sem qualquer ligação com o WikiLeaks de Julian Assange, publicou nesta terça-feira a suposta íntegra do inquérito da Polícia Federal sobre a Operação Satiagraha.

A operação deflagrada em julho de 2008 prendeu Daniel Dantas, dono do grupo Opportunity, o ex-prefeito de São Paulo Celso Pitta, e o investidor Naji Nahas.

Clique aqui para ler os documentos postados no site.

Os documentos não chegaram a ser enviados ou analisados pelo WikiLeaks oficial.

Faça sua pergunta a Julian Assange do Wikileaks.

Entrevista para brasileiros.

O homem que expôs o império Norte-Americano sem dar nenhum tiro nem derrubar Torres estará dando uma entrevista a internautas brasileiros no dia 21 de janeiro.

Amigos navegantes, Esse não tem papa na língua.

Extraído do Carta Capital.

Entreviste Julian Assange

O fundador do WikiLeaks vai dar uma entrevista exclusiva para o público brasileiro.

A ideia é aumentar a comunicação direta com o Brasil, abrindo espaço para perguntas dos internautas.

Todo mundo pode participar. Basta enviar a sua pergunta como um comentário neste blog, incluindo nome completo e email para contato.

Eu e o pessoal do WikiLeaks vamos selecionar dez perguntas que serão respondidas por Julian.

Vamos selecionar em especial perguntas originais – já que o Julian deu muitas entrevistas ultimamente – e que tenham relevância para o público brasileiro  e para o atual momento do WikiLeaks.

Claro, nem todo mundo será contemplado, mas a ideia que a entrevista seja o mais democrática possível.

As perguntas podem ser enviadas até as 18 horas da próxima sexta-feira, dia 21 de janeiro.

Já a entrevista vai ser publicada na próxima semana – somente na internet.

Contamos com a sua participação!

WikiLeaks: Para EUA, Dilma é a ” Joana D’arc da subversão”.

Contra tudo e contra todos. É Dilma

Agora eu já entendi. O PiG reza na cartilha dos EUA.

O adorável WikiLeaks revelou que Washington esteve atrás da condição de saúde de Dilma Rousseff, e ainda vasculhou toda a sua vida ainda na época de Ministra Chefe da Casa Civil.

“Joana D’arc da Subversão” esse foi o título dado pelo ex-embaixador americano a nossa Presidenta.

O PiG adora esse povo.

Será que agora dá para entender o motivo que a Folha de São Paulo tanto quis os registros policiais de Dilma extraídos sob tortura.

Essa subserviência do PiG aos EUA me enoja.

Clique aqui para saber o que os EUA acharam de Lula na COP15;

Clique aqui para saber o que a Folha quer dos registros policiais de Dilma;

Clique aqui para saber como o PiG se comportou durante a Ditadura militar (financiada pelos EUA) no Brasil;

Clique para saber o que Dilma acha disso tudo;

Extraído do Blog CartaCapital WikiLeaks.

Dilma Rousseff, na saúde e na doença

Posted on 10/12/2010 by Natalia Viana|

Não foi só a saúde da presidente da Argentina, Cristina Kirchner, que foi alvo da curiosidade do governo americano. A presidente eleita do Brasil, Dilma Rousseff, também teve detalhes do seu estado de saúde investigados pela embaixada americana em meados do ano passado, quando sofreu de câncer linfático.

Documentos publicados hoje pelo WikiLeaks também revelam que o ex-embaixador americano em Brasília, John Danilovich, relatou que ela havia  planejado três assaltos quando era integrante da organização VAR-Palmares.

Dilma Rousseff nega qualquer participação em ações armadas durante o regime militar.

Ao todo, o WikiLeaks publica hoje 9 documentos que mostram como a representação americana acompanhou de perto a trajetória de Dilma e o processo eleitoral brasileiro – que, aliás, a própria Hillary Clinton classificou de “bizantino”.

Joana D´Arc

Dilma Rousseff começou a chamar a atenção da embaixada quando tomou posse como Ministra-Chefe da Casa Civil. Um relatório especial a seu respeito foi elaborado e enviado em 22 de maio de 2005. Apesar de “não classificado”, o telegrama traz uma porção de temas sensíveis e algumas gafes. Um dos títulos é, por exemplo, “Joana D’Arc da Subversão se torna Chefe da Casa Civil” – uma referência à alcunha dada pelos agentes da repressão.

O documento afirma que ela teria planejado o “legendário” roubo ao cofre do corrupto prefeito de São Paulo, Adhemar de Barros, no qual a VAR-Palmares obteve 2,5 milhões de dólares.

“Integrando vários grupos clandestinos, ela organizou três assaltos a banco e depois co-fundou o grupo guerrilheiro Vanguarda de Palmares”, diz.

Dilma sempre negou qualquer participação em ações armadas.

(mais…)

WikiLeaks: Lula dá uma de “herói”.

 

Um brilho que incomoda.

Os EUA agora se incomodam com o que pensa e fala o presidente Brasileiro. ” Nunca na história mundial”, o Brasil esteve tanto em evidência como com Lula.

Com a divulgação dos documentos secretos pelo WikiLeaks, fica clara a importância do nosso Presidente no cenário mundial.

Observem a tradução feita por esse “ordinário” dos documentos enviados pela diplomacia americana.

Quem esse barbudo filho da p…, tá pensando que é?

Não sabe ele que quem manda geral somos nós.

Vai bancar uma de herói, agora? Com essas metas inatingíveis de redução de CO2 , só pra ficar bem na fita.

Vai cantar de galo em outro terrreiro.

Que horror.”

Amigos navegantes, Lula é o cara.

Extraído do Terra

WikiLeaks: Lula “cacarejou” sobre clima, dizem EUA

Novos documentos do site WikiLeaks mostram críticas dos diplomatas americanos à atitude brasileira nas negociações internacionais do clima. Os telegramas foram escritos entre 2008 e 2010. Em um deles, o suposto protagonismo brasileiro na cúpula do clima de Copenhague, no final de 2009, é ironizado. Segundo a diplomata Lisa Kubiske, “Lula cacarejou” suas conquistas ambientais e sua capacidade de costurar um acordo. Para os EUA, o Brasil teria assumido uma imagem exagerada de “herói” e “cavaleiro branco”. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Os documentos mostram a estratégia dos EUA para atrair o apoio brasileiro para suas propostas. O país pretendia enfraquecer o Itamaraty em favor do MMA (Ministério do Meio Ambiente). Isso porque se, por um lado, os diplomatas brasileiros eram contra a ideia de que países em desenvolvimento assumissem metas de redução de emissões de CO2, o MMA defendia que todas as nações dividissem a responsabilidade pelos cortes.

Jobim, o Traíra 2.

A ong WikiLeaks continua desmacarando os traíras da nação. E o título de  X-9 tupiniquim vai, sem sombra para Jobim. De acordo com o site, nosso Ministro da Defesa, tá passando tudo para Washington.  Clique e entenda como ele se queimou.

Na Alemanha, traíras tem outros destinos. É rua. Entenda como.

O que tá faltando para chutar o traseiro desse safado?

Enquanto o governo trata Chavez como assunto menor, porque assim que tem que ser. Nosso então Ministro da Defesa em telegrama secreto trata Caracas como “uma nova ameaça” e ainda desdenha de nossa nação, a qual tem o papel institucional de defender quando diz “O Brasil tem necessidade neurótica de ser igual aos Estados Unidos.”

O que Jobim quer? Que nós sejamos eternos cachorrinhos de Washington. Não Jobim, os tempos mudaram. O que ele classifica como neurose talvez seja um tal complexo de superioridade nunca experimentado nesse país.

Amigos navegantes, liberdade de internet é isso. Wikileaks, pela liberdade da notícia.

Extraído de O Globo.

WikiLeaks: Amorim diz a americanos que Chávez ‘late mais do que morde’

RIO – Documentos obtidos pela ONG WikiLeaks e divulgados neste domingo pelo jornal francês “Le Monde” evidenciam as divergências entre Brasil e Estados Unidos sobre a relação diplomática com a Venezuela de Hugo Chávez. Em uma correspondência secreta, o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, afirma que o presidente venezuelano “late mais do que morde” e que isolá-lo não é uma opção.

“A orientação política de Hugo Chávez não é a do Brasil, mas os brasileiros não se sentem ameaçados por Chávez. (…) O isolamento não é uma solução para Chávez. Ele late mais do que morde”, diz Amorim em uma nota de março de 2007.

“Não queremos isolá-lo, queremos falar com ele, mas ele não negocia conosco”, respondem os americanos.

Em julho do mesmo ano, uma outra correspondência ressalta que o governo Lula defende um distanciamento a administração americana para não afetar as relações com os países da América Latina.

“Apesar das preocupações crescentes suscitadas pelo papel regional de Chávez, o governo (do presidente Luiz Inácio Lula da Silva) crê que se deve guardar distanciamento da administração americana para não comprometer a capacidade de trabalhar com a Venezuela e seus aliados”.

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, por outro lado, parece ser a voz dissonante. Em um telegrama secreto de janeiro de 2008, ele afirma que a Venezuela é “uma nova ameaça” para a estabilidade regional.

(mais…)

%d blogueiros gostam disto: